AVISO: Encontrado organismo perigoso na costa do norte, se vir não lhe toque!

Durante a limpeza de Praia do dia 31 de Março foi avistado um elemento gelatinoso conhecido como Caravela-Portuguesa (Physalia physalis), organismo que exige alguma cautela devido ao seu grande poder urticante. Pedimos, por favor, que caso avistam mais algum nos avisem. Trata-se de informação importante para a costa mais a norte para a qual ainda não existia ocorrências desta espécie. Tirem foto com informação do local, data e hora e mandem para [email protected]

A caravela-portuguesa (Physalia physalis) ou barco-de-guerra-português é um único organismo pluricelular, no grupo dos cnidários.[1] Estes zooides estão ligados uns aos outros, pois não podem viver independentemente. Vivem nas águas de todas as regiões tropicais dos oceanos. Têm cor azul ou ainda rosa e roxa, dependendo de diversos fatores ambientais.[2] e tentáculos cheios de células urticantes. Em contato com a pele, podem provocar queimaduras de até terceiro grau. Apesar da aparência, não são alforrecas.

O nome caravela-portuguesa deve-se à semelhança dos cnidários e as caravelas utilizadas como navios de guerra. É uma colónia de organismos geneticamente idênticos e altamente especializados que aparentam ser uma única criatura e a sua principal toxina é a Physaliatoxina (glicoproteína de 240 kDa) com citotoxicidade e toxicidade hemolítica.

Se avistar uma caravela Portuguesa avise as autoridades competentes e nunca lhe toque ou deixe as crianças brincar muito perigoso, partilhe este aviso.