Insólito na Câmara da Maia, agora tem de se pagar para pedir emprego!

Descrição da situação:
Na tarde de terça-feira depois de uma grande espera para mudar a morada do livrete do meu carro no valor exuberante de 35 euros, vou ao serviço da Câmara municipal da Maia para perguntar sobre vagas de emprego para a minha filha, pois o dinheiro anda apertado e seria bom ter mais algum no agregado familiar, pelo que sou informada que para entregar o currículo da minha filha teria de pagar 3,30€.


Sem qualquer garantia de emprego ou de que não deitaram o currículo fora assim que virei costas.

Fiquei deveras atrapalhada com a exigência e um bocado confusa entreguei o valor pedido assim como o currículo e fui-me embora.

Agora pregunto porque será que uma pessoa que está desempregada consequentemente sem dinheiro tem de pagar para poder simplesmente entregar um currículo, claro que não é pelo valor, quer seja para uns irrisório ou para outros exorbitante é um valor que é cobrado “supostamente” a todos que entregam um currículo na Câmara da Maia, ou será assim em todas as cameras? Alguém que saiba a razão e se é por todo lado assim ou só na Maia que se recorre a tal método para extorquir dinheiro de pessoas que não tem e quer trabalhar!