Ele foi deitado ao lixo mas quem o salvou descobriu que ele era um tesouro raríssimo

Recentemente, uma mulher ouviu um miar vindo de uma caixa do lixo, e resolveu investigar, acabando por encontrar um gatinho bebé abandonado.

O filhote ainda tinha os olhos fechados, e infelizmente tinha uma das patas partida e a outra em muito mau estado.

Felizmente, a mulher era especialista em gatos, e levou-o logo para casa para cuidar dele. O pequeno começou a recuperar rapidamente, e a tornar-se cada vez mais forte.

Embora não soubesse nada sobre ele, a mulher resolveu batizá-lo de Martyr devido à história que já tinham partilhado.

O início de vida de Martyr foi muito difícil, mas a sua doçura conquistou por completo o coração da sua cuidadora, que o adotou.

Contudo, não foi só a sua coragem que fascinou a dona: na verdade, Martyr é um gato de chita macho, uma autêntica raridade, uma vez que só 1 em cada 3000 exemplares desta espécie é do sexo masculino!

Os machos de chita têm síndrome de Klinefelter, isto é, possuem uma estrutura cromossómica XXY, que lhes dá uma coloração tipicamente feminina – e também a esterilidade.

Embora seja um chita masculino, Martyr não é estéril, o que faz dele um espécime mesmo muito raro: de acordo com as estatísticas, é 1 em 10.000. PARTILHE!