A namorada andava calada e distraída, ele pensou em deixa-la, até que um dia voltou mais cedo a casa e…

Ela não era mais a mesma, estava cada dia mais calada, mais distraída. Nem parecia a mesma garota que eu conheci, que sonhava alto, topava tudo, amava falar sobre qualquer coisa e ainda colocava fogo na nossa cama!!!!

Agora, apenas beijos frios nos uniam entre chegadas e partidas.
Meus amigos me aconselharam; “é furada, mulher muito quieta tem outro!!! É melhor tu dar um pé na bunda dela…. Olha quanta mina top tá aí, afim de você, tá perdendo tempo”

Mas no fundo eu sabia que não, no fundo eu sentia que não! Então, um dia cheguei mais cedo na casa dela (fazia um bom tempo que eu não fazia isso) levei uns doces, o hambúrguer que ela mais gostava e esperei ela chegar.

Ela chegou, e quando me viu deu um sorriso diferente, daqueles do nosso começo.
Me abraçou e foi tomar banho. Quando ela voltou eu tinha preparado uma bacia com água morna e uns cremes, falei que os pés dela eram todos meus!

Fiz uma massagem sem muito técnica, mas com toda disposição! E ela sorria, mas leve, mais viva! Tirei os doces da bolsa e a entreguei, e coloquei a série que ela sempre pedia pra gente assistir juntos e eu nunca havia aceitado.

Ela dormiu no meu colo. Então, sem acorda-lá, eu a peguei no colo, levei até a cama, e a cobri. Fui pra casa, e dentro de mim havia um sentimento do tamanho do mundo sabe? Parecia que tinha sido um dos nossos melhores dias, ou o melhor. Mesmo sem sexo, mesmo sem aquela pegada. Mas com todo cuidado, amor, carinho…

No dia seguinte ela acordou e me mandou áudio, disse que iria na minha casa, pra gente continuar assistindo aquela série (que eu confesso que gostei). E assim foi…

Depois de um tempo ela me contou que estava com quadro de depressão e estresse e que não tinha forças para me contar.
Que se culpava por estarmos distantes, que não sabia o que fazer e que até pensou em me deixar porque eu merecia alguém melhor. Mas que aquele dia, a massagem, o carinho mudaram tudo.

E eu entendi que o que mantém um relacionamento não é a intensidade, e a continuidade…
Dia após dia, acordar e agradecer por ter quem a gente ama ali do ladinho da gente.

Fique a saber como cuidar de uma pessoa triste: