ATENÇÃO: Estamos na época de Lonomia oblíqua, uma lagarta venenosa e extremamente perigosa

ATENÇÃO
Um acidente com a lagarta Lonomia oblíqua, que possui cerca de seis centímetros, pode levar uma pessoa à morte em até quatro dias.

A Lonomia oblíqua, é uma taturana (lagarta-de-fogo) extremamente perigosa , cujo veneno pode provocar hemorragia interna e insuficiência renal, podendo inclusive ocasionar a morte.

Nativas das matas da Região Sul do Brasil, ocorreram mais de mil casos de acidentes com lagartas do gênero Lonomia

A Secretaria de Estado da Saúde alerta a população sobre os cuidados que devem ser tomados para evitar acidentes com a lagarta Lonomia. É durante as estações em que o calor começa aparecer depois das chuvas do ano que ocorre a maior incidência do inseto, principalmente no meio rural e nas áreas urbanas, em lugares arborizados como parques, por exemplo.

 

Pesquisas indicam que a proliferação atual destas deve-se ao fato de vários de seus predadores naturais terem desaparecido com a devastação do ambiente natural. Desta forma, as taturanas, que, antes, alimentavam-se das folhas da aroeira e do cedro, passaram a alimentar-se das folhas de árvores dos pomares, diminuindo, assim, a sua distância em relação ao habitat humano.

Elas ficam aglomeradas nas árvores dessa maneira, que é uma das características dessa espécie.
[adinserter block=”8″]
Se virem algo assim mantenha distância e não toque nelas e chame as autoridades

 

Depois da metamorfose para mariposa, acasalam durante dez horas. A fêmea morre em oito dias, e o macho, em seis. Na fase adulta,, não se alimentam mais.

Quando a pessoa toca na lonomia recebe uma alta dose de toxinas através dos pêlos espinhosos. Os sintomas locais podem ser:

Dor em queimação
hiperemia (excesso de sangue em parte determinada)
prurido (comichão) e…
raramente bolhas.
Simples, os sintomas vão desaparecendo em algumas horas. Que é o meu caso.

Outras manisfestações:

cefaleia (dor de cabeça)
náuseas
vômitos
dores abdominais
mialgia (dor nos músculos).
Acontece que o veneno, dentro do organismo, reduz a formação de fibrina (substância responsável pela coagulação do sangue), podendo causar hemorragias. A maior complicação da síndrome hemorrágica é a IRA (Insuficiência Renal Aguda).

Desde que foi desenvolvido o soro antilonômico, os acidentes com esta taturana deixaram de ser tão fatais.