Aumento nas pensões, uma vergonha nacional!

A vergonha no aumento das pensões

As pensões processadas pela Segurança Social já começaram a chegar à conta dos beneficiários e o valor já incorpora o aumento estabelecido para 2018. A portaria que fixa a atualização deve ser publicada por estes dias, mas fonte oficial do Ministério do Trabalho e da Segurança Social referiu ao Dinheiro Vivo que “todas as pensões pagas em janeiro de 2018 já foram atualizadas tendo em conta a atualização regular”.

Repara nas diferenças na actualização do aumentos das pensões no ultimo Orçamento de Estado.
[adinserter block=”8″]

Existe uma enorme discrepância no aumento das pensões, ou seja, há uma grande diferença na actualização do aumentos das pensões, no ultimo Orçamento de Estado.

Não há mudanças na lei mas as pensões até 842 euros vão crescer acima da inflação em 2018, à boleia de uma economia mais robusta, e todas as pensões serão atualizadas, afirmou António Costa.

Tudo indica que todas as pensões sejam actualizadas, algo que não acontecia desde 2009. O primeiro ministro, António Costa destacou estes aumentos nas suas palavras mas, na verdade, é de esperar que estas reformas avancem mesmo que a média do crescimento do PIB não atinja os 2%, ainda que, nesse caso, a actualização seja mais contida.

Neste ano de 2018, o andamento da inflação e o crescimento da economia conseguiram assegurar, de facto, um aumento de todas as pensões.
[adinserter block=”8″]
O que não se entende é como uma pensão de 7500 euros tenha um aumento de 238 euros e uma pensão de 250 euros aumentou apenas 1 euro.

Como é isto possível?
Não deviam as pensões mais baixas terem um aumento mais acentuado do que as pensões mais altas?
Isto não é certo, os mais pobres pagam sempre o preço mais alto, mas também ninguém quer saber e para o senhor primeiro ministro está tudo bem claro.