CUIDADO com as reparações na FNAC, tiram peças originais e substituem por falsas

Tem sido reportadas varias situações fraudulentas por parte das lojas que vendem produtos de determinadas marcas, como a Fnac, Worten e Radio Popular. Ao entregar o seu equipamento para uma reparação até mesmo na garantia, o produto é “supostamente” enviado para a marca para ser reparado, o que acontece é que o produto demorará no máximo um mês para ser arranjado. Porem em algumas lojas os produtos não são enviados para a marca e são consertados na própria loja se assim possível. Já não é a primeira vez que se ouve falar na polemica da substituição de um produto na garantia por um novo no qual o novo não é efetivamente novo mas sim um equipamento já usado e restaurado.

Agora a nova fraude destas lojas é substituição de componentes e peças originais por peças falsas(componentes e peças que não precisão de reparação, como pode ver na seguinte queixa enviada por um dos nossos leitores:

 
[adinserter block=”8″]
“No passado dia 4 de fevereiro de 2017, entreguei o meu telefone, IPHONE 6S Plus, para reparação, ainda em garantia, que vinha a apresentar alguns problemas na bateria. O telefone foi entregue na Clinica Fnac de Almada, uma vez que no local da compra(FNAC Setúbal) não existe este serviço. No momento da entrega, informaram-me que o processo demorava cerca de 2 a 3 semanas, porque o telemóvel como se encontrava na garantia, tinha de ser enviado para um representante da marca. No dia 15 de fevereiro de 2017, fui contactado por volta das 13h, via SMS pela Fnac, para levantar o dispositivo na respetiva loja. Desloquei-me da minha área de residência(Setúbal) para levantar o telemóvel, por volta das 16h. Quando levantei o telemóvel, fui informado que tinha sido substituída a bateria por uma nova. Nesse mesmo dia, por volta das 18h, já em setúbal, comecei a efetuar o “restauro” da minha conta Itunes, quando reparei que o LCD, estavam com uma mancha muito preta no canto superior esquerdo. De seguida e até em comentário com uma pessoa com quem me encontrava, até mencionei que estava a achar o telemóvel estranho, que a tecla “home” até parecia estar mal colocada, e como é obvio parei com o processo de restauro para voltar à FNAC no dia seguinte. No dia 16 de fevereiro de 2017, desloquei-me novamente de Setúbal para a FNAC de Almada, e disse que o telemóvel tinha sido entregue com o problema no LCD, estava queimado, ao que me informaram que teriam de voltar a enviar para o representante e que iria demorar mais 2 ou 3 semanas, ao que eu questionei o funcionário, porque não podia nem achava concebível esta situação de estar mais 2 ou 3 semanas sem telefone, e uma vez que eu utilizo o telefone como ferramenta auxiliar de trabalho. Neste momento pedi uma alternativa ao funcionário, e o mesmo informou que a forma mais rápida, é dirigir diretamente a um destes representantes, e o processo demora só 3 a 6 dias. Pedi uma referência, e o funcionário indicou-me a empresa TOU AQUI TOU AÍ. Saí da loja e fui nesse mesmo dia direto à loja TOU AQUI TOU AI, e deixei o telemóvel na loja para verificarem a situação. No dia 17-02-2017, por volta das 12:50, recebo uma chamada da empresa TOU AQUI TOU AI, a informar que não podiam mexer no telemóvel, uma vez que o telemóvel apresentava vários dispositivos falsificados, entre os quais o LCD, o botao “HOME”, o auscultador, e faltavam inclusive peças de apoio no interior do telemóvel. Dirigi-me de Setúbal imediatamente para a FNAC de Almada a pedir explicações sobre este assunto, visto se tratar de um CRIME, uma FRAUDE, ao que me informaram que teriam de levar novamente o telemóvel à FNAC, para poderem reenviar para o representante e averiguar a situação que demorava mais 2 a 3 semanas. Fui então nesse momento à loja TOU AQUI TOU AI levantar o telemóvel, e pedir um relatório da situação, já contactei a empresa APPLE em Portugal para expor a situação, efetuei uma reclamação na FNAC por escrito, no livro das reclamações, e neste momento precisava de algum apoio, para saber o que poderei fazer mais, uma vez que fui vitima de um CRIME, FRAUDE, ROUBO, por parte da FNAC, que foi a entidade a quem entreguei e comprei o telemóvel. Agradeço a atenção disponibilizada. Fico a aguardar um contacto.”

 
[adinserter block=”10″]
Como foi descrito varias peças originais(sem defeito) e não só a bateria(defeituosa) foram substituídas por outras que são falsas e provavelmente de baixo preço e baixa qualidade.

Abaixo pode ver a documentação deste incidente, no qual para alem da bateria foi substituído o auricular o LCD e o botão Home:


[adinserter block=”8″]

 
[adinserter block=”8″]
 

Partilhe esta situação de FRAUDE e CRIME a todos que conhece para que todos tenham cuidado com as reparações de artigos danificados, para não serem enganado e levarem gato por lebre!