Jasmin Britney de 9 anos colidiu contra o asfalto.17 anos depois, seus pais mal a reconhecem.

Jasmin Britney, de 26 anos, da Finlândia, não é uma rapariga comum das quais está acostumado a ver. Desde seu acidente, aos 9  anos, ela está paralisada do pescoço para baixo e confinada a uma cadeira de rodas. Não é uma vida fácil para ela, mas Jasmin encontrou um hobby, que a ajuda a conviver com a sua deficiência.

337FE3C200000578-3556593-As_a_teenager_pictured_Jasmin_hadn_t_yet_changed_her_name_or_emb-a-16_1461567478477
[adinserter block=”1″]
A jovem de 26 anos gasta todo seu dinheiro en maquiagem , roupa e sapatos para parecer-se com a Barbie e Britney Spears, seus ídolos.

Jasmin Britney como a Barbie
Jasmin Britney como a Barbie

Jasmin Britney leva 45 minutos todos os dias para se arrumar e parecer com uma boneca ou princesa da Disney. Ela buscou inspiração no universo infantil para superar um acidente que a deixou tetraplégica.

“Percebi que teria de ser forte não somente por mim, mas por eles. Então, busquei em minhas bonecas e nos contos de fadas uma inspiração”, disse.
[adinserter block=”3″]

Jasmin Britney vestida de Elsa de Frozen
Jasmin Britney vestida de Elsa de Frozen

“Trazer minha Barbie interior e princesas de contos de fada aumenta minha auto-confiança”, diz Jasmin, que ama as Spice Girls e as Princesas da Disney desde pequena. Seu gosto não mudou muito desde o acidente que acabou com a sua infância.
[adinserter block=”4″]

Jasmin Britney antes do acidente numa exposição de Barbies seu nome antes era Katarina Koskiranta
Jasmin Britney antes do acidente numa exposição de Barbies

[adinserter block=”8″]
Katarina Koskiranta era o nome de nascimento de Jasmin Britney, nesta imagem um ano antes do acidente

Katarina Koskiranta era o nome de nascimento de Jasmin Britney

Jasmin fraturou a coluna em um atropelamento que quase tirou sua vida e a deixou dependente de um tubo que liga a garganta ao pulmão para ajudá-la a respirar. “Minha vida mudou quando tinha 9 anos, então publico fotos para inspirar outras pessoas com lesões na coluna ou outros problemas. Eu me recuso a acreditar que não andarei novamente”.