Estes veterinários salvaram este cão esfomeado. Mas quando viram bem o que era apanharam um susto.

Este cachorro todo maltratado foi encontrado por uma mulher em Los Angeles, Califórnia, nos Estados Unidos. O animal parecia tão assustador que ela não ousou se aproximar. Então, ela mandou uma foto para uma organização de proteção animal. Era evidente que o bicho estava doente e abandonado, mas a coisa mais estranha desse cachorro era a sua raça.


[adinserter block=”8″]
Ele não era, de fato, uma raça pura. Ele era uma mistura com uma raça de lobo e era fêmea. Os voluntários da organização nunca tinham visto uma assim antes, mas eles não hesitaram em ajudá-la. Logo que chegaram, a loba tentou escapar. A situação era bastante séria, pra não dizer desesperadora, porque a ela estava em péssimo estado. Um voluntário recorda: “Ela tinha inflamações por todo o corpo. E feridas abertas que sangravam muito, com pus a sair das feridas, e o seu corpo era quase só pele e osso”.

Até as suas patas estavam tremendamente inchadas.

A cadela-loba, no entanto, aparentemente teve um dono antes. A corda amarrada em torno do seu pescoço era uma evidência. Estava claro que ela teve uma família em algum momento e agora estava abandonada. A loba, que recebeu o nome de Julia, tinha um medo terrivel de humanos. Mas, depois lhe darem alguns miminhos e muito encorajamento, os voluntários conseguiram ganhar sua confiança. Aos poucos, Julia entende que não precisa de ter mais medo.

Quando chegou ao abrigo, Julia teve que ser lavada e tratada imediatamente. Suas feridas eram sérias e o contato com a água na sua pele era doloroso para a pobrezinha, mas ela manteve-se calma e foi corajosa.

[adinserter block=”8″]

Para Julia, essa foi a primeira vez que ela esteve com humanos que a protegeram e cuidaram dela. Os voluntários a cobriram e puseram na cama, onde ela finalmente pôde dormir segura depois de tudo o que passou.


Mesmo com todo o progresso que teve, Julia ainda está doente e desnutrida, e precisa de muito tempo para se recuperar. Ela mal consegue comer e sua imunidade ainda está muito baixa. Suas feridas emocionais também são muito profundas. Mas ela gosta de receber carinho e está a começar a comportar-se cada vez mais como um cão normal. Quando estiver completamente recuperada dos seus ferimentos, ela irá para um outro abrigo, onde outros dois cães-lobos estão a espera dela.

Julia foi salva no último minuto, quando estava à beira da morte. Cães-lobos são muito raros e as pessoas não sabem muito sobre eles. Eles têm necessidades diferentes dos outros cães e seus donos nem sempre sabem como cuidar deles devidamente. Eles sentem-se sobrecarregados por esses cães e acabam por abandona-los. Antes de adotar ou comprar um animal, tenha certeza disso e pergunte-se de ante mão se está preparado pra cuidar dele todos os dias, até o fim de sua vida.