Um idoso perdeu a sua memória e, quando ele mudou para um lar, isto foi encontrado em sua casa. Assustador!

Hidey, uma velha gatinha que vive em Pittsburgh (EUA), pertencia a um homem que infelizmente desenvolveu Alzheimer e eventualmente teve que se mudar para um lar. Paul, um parente distante do homem, lembrou-se de que sempre houve uma gata na casa e perguntou-se o que teria acontecido com ela. Então, ele decidiu passar na casa do homem. O que ele estava prestes a descobrir ia além de tudo o que ele poderia ter imaginado!

Depois de chegar ao local, ele começou a olhar em volta atrás da gata. Ele a procurou em todos os esconderijos típicos de um felino, como debaixo de móveis, atrás das cortinas e assim por diante.

De repente, um animal aparentemente selvagem saiu de baixo de uma cama e correu escadas abaixo até o porão. “Uma criatura”, como Paul descreveria. Ele não sabia ao certo que tipo de animal ele era. “No início, eu achei que fosse um gato com um lençol por cima dele…”

Já vimos inúmeros casos de cães extremamente irreconhecíveis! Muitas vezes os veterinários não conseguem nem mesmo determinar de que raça é o animal. O estado emaranhado e sujo do pelo dos bichos não só dificulta suas vidas, bem como denuncia o abandono em que vivem.

O nome de Hidey foi dado a gatinha pois como pode imaginar ele se escondeu muitas vezes da equipa de resgate e anteriormente de pessoas que tentaram acudi-lo.

[adinserter block=”8″]


Após ser resgatado, o animal foi levado para a Clínica veterinária Animal Shelter League Shelter and Wildlife Center. Seu antigo dono era um homem idoso que sofria de Alzheimer e vivia em Pittsburgh, na Pensilvânia. Ele e outro gato, Siam, foram esquecidos.

Um parente distante do homem foi o primeiro a pensar nos animais…


“Quando eles o colocaram no lar, eu pensei: ‘Ei, ele tem um gatinho’”, disse Paul. “A casa estava sempre aberta, então eu fui deixando comida para o gato […] Alguém mencionou que ele tinha um segundo gato. Então comecei a procura-lo e de repente algo saltou debaixo da cama e desceu correndo na cave. Eu pensei: ‘O que foi isso?”.

[adinserter block=”8″]


“No começo eu pensei que era um gato que tinha uma tampa sobre ele”, “Ela escondeu-se no canto do porão e foi então que vim com uma lanterna para ver melhor… era quase como um filme de terror! Ela provavelmente sofreu muito.”.

A gatinha parecia que tinha varias caudas emaranhadas de pelo pesado. Um sofrimento terrivel.

Russel colocou Hidey num abrigo animal de salvamento denominado de League and Wilflife Center, que é afiliado com a Western PA Humane Society, uma organização que ajuda os animais necessitados.

A equipe veterinária ficou chocada ao ver a aparência do animal! “Eles nunca tinham visto nada parecido com isso!” disse Caitlin Lasky, a diretora de Western PA Humane Society. “Mesmo procurando na internet, eu lutava por encontrar algo semelhante. Este é definitivamente um caso único.”.


Para se realizar o processo de corte do pelo do animal, a equipe teve que anestesiar Hidey. “Tinha mais de 900 gr de pelo” Caitlin. “Levou imenso tempo para terminar. Ele estava também acima do peso!”.

[adinserter block=”8″]


O peso excessivo do animal dificultou em muito o trabalho.


Escovar regularmente o pelo dos gatos, previne muito este tipo de situações, coisa que o homem já idoso e condicionado por sua doença, já não era capaz de fazer.


Paul acabou por ficar com o gatinho e sua família ficou radiante. Hoje o bicho está e perfeitas condições de saúde e já retomou sua vida normal e é muito amado por seus donos.