Mãe dá lição ao filho depois dele ter batido numa menina da escola

Semana passada, a professora do Otávio me enviou uma mensagem, me dizendo que ele havia se desentendido com uma coleguinha por causa de um brinquedo e na confusão, deu um tapa na mão dela.
Eu estranhei, porque ele nunca foi uma criança agressiva, nunca brigou, muito menos bateu nos primos, amigos e coleguinhas. E lá fui eu pensar em uma forma de conversar com ele sobre o ocorrido.Otávio é muito inteligente e “maduro” para sua idade, eu sempre o eduquei sem a linguagem do “tati-bitati”. O chamei pra conversar e ouvi o que ele tinha a dizer sobre o acontecido, eu o ensinei a nunca mentir pra mim, aconteça o que acontecer.
Ele me contou com a voz envergonhada e a cabeça baixa  , palavra por palavra que a professora havia escrito e disse: “Mas, eu já pedi desculpa Mamãe! Ela me desculpou.”
E foi aí que eu explique a ele, como um homem de verdade deve tratar uma mulher.
Expliquei na linguagem dele que as coleguinhas são como princesas e os príncipes devem protege-las, nunca machuca-las.Como ele sempre vai à faculdade comigo, perguntei se ele gostaria que um colega me batesse e ele arregalou os olhos assustados e disse: “Nãaao, mamãe!”[adinserter block=”8″]
Eu o lembrei que eu sou uma mulher, as tias, as avós, assim como as coleguinhas seriam um dia e escrevemos juntos essa cartinha para ele entregar, como forma de desculpa.
Essa semana, fui busca-lo na escola e a tia me disse que o pai da Laura foi até lá, conversar com ele e parabeniza-lo pela atitude e perguntar se poderia mostrar a carta para outras pessoas.
Ela me disse que o comportamento dele com as coleguinhas mudou completamente.
O que eu quero mostrar com isso? Hoje ele é uma criança de cinco anos, mas um dia será um homem de vinte e cinco.A atitude que ele terá no futuro é a mesma que eu ensinar agora e nós, mães de meninos temos o dever de preparar nossos filhos para tratar uma mulher como ela merece.
Se você reclama do seu marido, pai ou irmão, tenha cuidado para não ensinar o seu filho a repetir o exemplo deles.
Eu tenho orgulho do HOMEM que meu filho será, não por ama-lo incondicionalmente, mas pelos princípios e pela educação que dou a ele.
Mães, façam sua parte e não pensem que é cedo, porque o hoje é tudo o que temos! ?Os comentários a este exemplo de mãe tem sido dos mais positivos todos devemos aprender.“Se não ensina em casa como quer que respeite e seja respeitado”“O verdadeiro homem não maltrata a mulher em nenhuma hipótese pois todos nós viemos de uma mulher o mesmo vale as mulheres também. Esse foi um bom exemplo. Mas pense reflicta e adote o respeito um ao outro.”“Trabalhei na Prefeitura de SP, por 9 anos, e sinceramente nunca vi nenhuma atitude igual ao dessa mãe, A culpa era sempre do coleguinha, da professora e dos funcionários, nunca do filho/a. Uma aluna de 1ª serie, entrou na frente da fila que já estava formada para o lanche, eu disse a ela que deveria ir para o fim da fila, a mãe viu e reclamou com a diretora. Que me deu uma bronca na frente da mãe.”