Esta mulher está a fazer yoga quando ela abre as pernas na posição especialmente dificil, ninguém esperava ver isto. Porem é uma mensagem para todas as mulheres!

Steph Gongora é instrutora de yoga do Texas e usou sua paixão para enviar uma mensagem interessante.

A mensagem foi transmitida através de sua conta Instagram e já foi vista por mais de 330.000 pessoas. Junto com as palavras: “Eu sou uma mulher, então eu sangro. É doloroso, é terrível e é lindo. E ainda assim você não saberia dizer porque eu escondo”, ela postou um vídeo no qual ela pode ser vista praticando várias poses yoga com a calça branca manchada de sangue menstrual. Dessa maneira, Steph quer afirmar que o período menstrual das mulheres não deve mais ser visto como um tabu. Afinal, é algo completamente natural e acontece com todas as mulheres todos os meses. Veja só o vídeo a seguir:



“Tampões? O que é essa palavra? Nós nunca a dizemos em voz alta. Nós os escondemos, escondemos na parte de trás da gaveta do banheiro […]. Mais de 100 milhões de mulheres em todo o mundo faltam a escola ou trabalho, porque elas não têm produtos menstruais adequados e com medo do que os outros possam pensar se presenciarem uma função natural do corpo”, Steph escreve com o seu vídeo.



E continua: “… Por centenas de anos, nossa cultura nos fez sentir vergonha de sangrarmos. Fez com que nos sentíssemos sujas e vergonha. Pare de fingir! Pare de disfarçar e dizer que ‘está naqueles dias’.

Comece a falar sobre o assunto. Eduque suas filhas. Faça com que elas entendam que isso pode ser uma inconveniência e uma benção, mas NUNCA algo da qual se envergonhar. Eduque seus filhos para que eles não se assustem com a palavra ‘absorvente’. Para que quando uma menina menstrue, eles não perpetuem o ciclo da vergonha e da intolerância.”



A mensagem de Steph é inspiradora e destina-se a um mundo que está gradualmente desmistificando o tabu ligado a algo tão natural como a menstruação. Mais e mais pessoas lutam para que a menstruação, com a qual as mulheres lidam todo mês, seja vista como normal.

Algumas pessoas se sentiram enojadas e outras encorajadas pela mensagem de Steph. Mas ela com certeza conseguiu o que queria: passar essa mensagem adiante.