Viajava de boleia e mochila com amigo, quando ouviu gemidos de um buraco. A sua vida e viagem mudou completamente

Nicole Kramm planeou por meses a sua viagem de sonho . Junto com seu namorado, eles queriam viajar pela América do Sul . Apenas com uma mochila e um pequeno orçamento.
Quando os jovens decidem viajar só de mochila nas costas e andar de boleia através do país expandem o horizonte ao conhecerem diferentes culturas o seu povo e as suas maravilhosas paisagens, de modo que já por si só é uma aventura deslumbrante.

Mas no sul do Chile , a viagem tomou um rumo inesperado. Nem tudo pode ser previsto e pode se encontrar um grande desafio pelo caminho.

Os dois estavam a pedir boleia na Rota 5 num desvio perto de Santa Cruz na estrada, quando ouviram gemidos de um poço nas proximidades. O que lá encontraram foi um desafio que mudou a viagem e a vida deles.

b88db8ac9e862c1f7d4a416e5baec4b7-529x800

[adinserter block=”8″]

 

No fundo do poço eles encontram um gatinho magro e assustado, tão cheio de feridas que nem conseguia enxergar. Ele miava desesperadamente e pulava para tentar sair do buraco. Seus gritos eram desoladores e sempre que o gatinho tentava sair do buraco.
Ambos absolutamente chocados e no início não sabiam o que fazer.
O que fariam eles quando libertassem o gato?
Levá-lo com eles?
Mas como viajariam com ele? Nem todo lugar aceita animais.
Como eles poderiam arranjar comida para ele ?
Quem ficaria com ele depois da viagem?
O que deveriam fazer quando pedissem boleia? Ou andassem de transporte publico como autocarro?
Finalmente os jovens decidiram arriscar. Depois de tirá-lo do buraco, deram banho nele, o protegeram do sol e seguiram viagem.

86c098f04a7ee7e4c6b195669b7e4728-800x529

“Em nenhum momento pensei em desistir” -Nicole Kramm; a viagem tinha tomado um novo rumo uma completa reviravolta, e o aventureiro que batizaram de “Pequenho Zé” se juntou a viagem.
[adinserter block=”8″]

eb29ac917e7a6106772df7be4241edf7-800x529

Nicole Kramm e o “Pequenho Zé” até fizeram novos amigos pelo caminho 😉

cd3a150eaa9204aaf5f13f7240a862b1-800x458

[adinserter block=”8″]

Mas a sorte estava do lados deles. Quando viajavam de autocarros ou alguém os dava boleia, o gatinho se comportava muito bem, escondido na mochila. Eles compraram comida e cortaram uma garrafa para fazer um pratinho para ele. Na praia e em outros locais públicos, era inevitável que as pessoas o vissem. Mas eles conseguiram seguir viagem sem problemas.

79d12a6f6b0db9bd9b03975462e44f22-800x529
[adinserter block=”8″]

56fd3eb754921_crop

Esta viagem se transformou em uma aventura real para estes dois jovens e seu novo amigo. Que experiência incrível!

d9b6f5b80b0b57cf35b8692dd0a708a5-800x529

Assim, durante toda a viagem, ele se recuperou e acompanha seus companheiros nas florestas, camping e praia!, Tornando-se conhecido como “O gato surfista”.

[adinserter block=”8″]

56fd3eb783ed1_crop 4ee68b6b6b9991154c1b32970eab87ad-800x529

[adinserter block=”8″]

1b30d23da90f7416f1fdb1ea66a1a669-800x529 1dde8e73f6c57a408118bcbd5e42265d-800x529

“Eu acho que nós os termos encontrado em nossa viagem foi um enriquecimento mútuo, muita gente vê os animais durante a viagem e nunca se atreve a dar mais um carinho ou um pedaço de pão, por isso é muito difícil decidir o que fazer” diz Nicole Kramm, que espera que a história de seu amiguinho possa servir para refletir e tomar consciência da importância de cuidar de animais; algo que é percebido ainda mais quando vemos o afeto retribuído.

 

56fd3eb834ecb_crop

“Eu recomendo às pessoas terem essa aventura, resgatar, tratar dar para adoção, nunca se esquecerão da experiência” diz Nicole Kramm, feliz por ter se juntado a esse pequeno gato em sua grande aventura.