Policia dispara em rapaz surdo-mudo que só estava a tentar comunicar com gestos

Toda a comunidade de Charlotte na Carolina do Norte e a família está de luto pela perda de Daniel Kevin Harris, cuja vida foi roubada esta semana por um soldado do Estado que aparentemente teme a linguagem de gestual.
Harris, que é surdo e mudo, foi morto a tiros na frente de sua casa.

Segundo a polícia, soldado Jermaine Saunders tentou parar Harris sobre por volta das 6:14 na quinta-feira. Por uma razão desconhecida, Harris não parou e, em vez disso, seguiu para sua casa a poucos minutos de distancia.

Durante a perseguição, os dois carros ficaram danificados e eventualmente parou perto da casa de Harris.

“Eu estava aqui na minha garagem e eu vi o carro patrulha da estrada”, disse o vizinho Mark Barringer. “Cerca de 10 segundos depois, ouvi um tiro.”

De acordo com WCNC, Barringer disse que quando ele foi para dar uma olhada, viu Harris no meio da rua. Ele morreu apenas alguns metros de sua porta da frente. Vários vizinhos colocaram flores perto de onde Harris deu os seus últimos suspiros.

“Foi surreal, nunca esperamos viver para ver algo assim”, disse Barringer. “Quando o tiro foi disparado, foi assustador.”

Segundo a polícia, detectives dizem Saunders e Harris comunicaram antes do oficial o matar. No entanto, de acordo com vizinhos, assim que Harris saiu de seu veículo, Saunders atirou.

“Enquanto em Seven Oaks Drive, o motorista saiu de seu veículo e comunicação ocorreu entre o motorista e o soldado causando um tiro a ser disparado”, de acordo com um comunicado da Polícia Rodoviária Estadual.

Detectives dizem Harris estava tentando comunicar com o soldado usando linguagem de gestual antes de ser morto.

Harris morreu no local. Ele tinha 29 anos e era pai de um menino de 4 anos.


Policia americano atira em rapaz surdo-mudo por reikoshayan

“Eles deviam ser treinados para perceber que esta é uma situação completamente diferente, você está parando alguém que é surdo, eles são deficientes”, disse Barringer. “Para mim, o que aconteceu é totalmente inaceitável.”

Vizinho Ryan Russell disse que via varias vezes o rapaz na localidade a falar em linguagem gestual com sua família. “Parecia uma família muito tranquila”, disse Russell WBTV. “Essas coisas são sempre de partir o coração.”

Audria Bridges, agente especial encarregado do escritório SBI que cobre a região de Charlotte, disse Saunders foi colocado em licença administrativa e uma investigação está em andamento.

“A SBI está em processo de obtenção de todos os videos disponíveis e o video da camera de corpo do policial presente na cena, bem como Charlotte-Mecklenburg Police Department, como CMPD respondeu à cena imediatamente depois do tiro”, disse Bridges.
Harris foi considerado culpado de resistir a um oficial em 2010, quando ele vivia em Connecticut, de acordo com registos públicos. No entanto, esta resistência foi provavelmente devido ao fato de que Harris não podia ouvir os comandos do oficial.

Infelizmente, como temos demonstrado uma e outra vez, este tipo de maus-tratos e ataques contra os surdos por parte da polícia são muito comuns.