Video Chocante: Adolescente causa revolta ao ao colocar porquinho-da-Índia no micro-ondas

(Última atualização em: 23 Janeiro, 2018)

Uma jovem de apenas 16 anos, acabou viralizando na internet causando um grande alvoroço e ira dos internautas.

A jovem, colocou um porquinho-da-Índia no micro-ondas e gravou tudo.

O porquinho-da-índia aparece dentro do eletrodoméstico que é ligado pela jovem por cinco segundos.

No vídeo, que ela postou no twitter, ela ainda fez um comentário sobre a situação, achando graça do ato sórdido que fez com o animal. Na descrição ela escreveu: ‘tem um porco no meu microondas’.

É possível ver no vídeo o porquinho desesperado tentando sair.
[adinserter block=”8″]
 

 

A loucura cometida pela adolescente do Rio Grande do Sul ao colocar seu porquinho-da-índia no micro-ondas deixou as redes sociais de todo o mundo perplexos. Um ato de total burrice falta de informação. Ao que parece, a mocinha de 16 anos aproveitou a ausência dos pais para fazer um vídeo estúpido para chamar a tenção dos seus  seguidores, colocando seu bichinho de estimação por 5 segundos no micro-ondas fechado e ligado. A garota que foi virtualmente apedrejada, está muito assustada com as ameaças sofridas, segundo os pais.

 

 


[adinserter block=”8″]

 

Mas, de acordo com a veterinária Hwa Shi-Hsia, da Universidade de Wisconsin, a forma como as micro-ondas afetam um ser vivo, não tem muita diferença de um pedaço de carne morta. O animal iria cozinhar vivo. Se sobreviver pode sofrer queimaduras internas e externas horríveis. Além disso, com a desidratação cerebral, as sequelas neurológicas podem ser irreversíveis.

O porquinho-da-índia que passou por este trauma provavelmente teve queimadura nos olhos e na mucosa bucal e nasal.

Os pais desculparam-se pela atitude da filha e temem pela sua segurança:


[adinserter block=”8″]

Mas é bem possível que a própria sociedade seja culpada por estes actos cometidos aos animais, são inúmeros os casos de maus tratos aos animais por visualizações e gostos.

Não é primeira vez que seres humanos fazem esse tipo de covardia. Em 2013 um libanês colocou seu gato no micro-ondas e publicou o vídeo no Youtube. O bichinho sobreviveu, mas sofreu graves queimaduras, principalmente nos órgãos internos. Ele foi expulso do Youtube e seu vídeo foi deletado. Em 2010, um homem do Reino Unido de 44 anos ficou 126 dias preso depois de colocar o gato do sobrinho por 8 segundos no micro-ondas e depois por 20 segundos no freezer. O gato teve sequelas neurológicas. Em 2014, uma mulher louca atordoada cozinhou o gato por 5 minutos no micro-ondas. O bicho ainda saiu vivo do aparelho, mas seus olhos secaram, toda a pele por baixo do pelo estava queimada e seu pulmão foi cozido. Obviamente, ele ficou vivo menos de um minuto. Fotos abaixo.
[adinserter block=”8″]

O gatinho morto no microondas teve os olhos cozidos, pele tostada e pulmão desidratado.

Diante de tanta atrocidade, nos sentimos obrigados a explicar o que poderia ter acontecido com o porquinho, bem como os gatos, colocados no micro-ondas em atos de covardia.

O QUE ACONTECE COM UM ANIMAL NO MICRO-ONDAS?
Segundo Esther Inglis-Arkell, do site io9, o micro-ondas libera um tipo de energia que faze as moléculas de água vibrem em velocidades muito altas, o que, por sua vez, gera o calor necessário para cozer a comida. Assim, ao colocar um animal (seja, gato ou porquinho-da-índia) no micro-ondas você estará o expondo a potências mais altas por um período mais reduzido (5 – 8 segundos), então os órgãos internos provavelmente não seriam cozidos durante o processo. No entanto, os olhos, que são na maioria compostos por líquidos poderiam sim serem cozidos.